Apreço e adesão – 15 anos do Informativo São José

untitled

“É com muita satisfação que escrevo estas poucas palavras a respeito dos 15 anos do Informativo São José. Na época queríamos catequizar, informar, parabenizar, fazer rir etc. Sabemos que os meios de comunicação se modernizaram muito através das redes sociais, no entanto são muitos os que não tem acesso ou não se adaptaram ainda com tantos modos diferentes de se comunicar. O Informativo começou com apenas quatro páginas e depois foi crescendo, tornou-se praticamente um jornal.

Hoje, passados 15 anos, acredito que continua cumprindo seu papel de ser um instrumento eficaz de informação para todos os paroquianos desta querida paróquia São José, onde tive o imenso prazer de trabalhar por 14 exatos felizes anos do meu ministério sacerdotal.

Que Deus abençoe para que este Informativo continue sendo prestigiado e incentivado, e assim possa cumprir seu papel de evangelizar e trazer a todos a informação e a formação que todos precisam.

Parabéns!”

Pe. Cláudio Pereira dos Santos SAC

Cláudio padre cor para face e site

Antes e depois da invenção da escrita, do papel, da imprensa, da criação e popularização da internet, do Facebook, do Instagram, Youtube, Linkedin, Twitter, WhatsApp e tantos outros que nem existem mais ou ainda não foram criados, a maioria das pessoas não eram e não são dadas ao apreço e adesão ao hábito concreto, criterioso e cuidadoso da leitura, do estudo, da informação, da formação – e das suas inevitáveis e valiosas consequências.

Nunca faltarão exemplos de quem, mesmo sem isso tudo, se dê dignamente bem na vida; e exemplos de quem, mesmo com tudo isso, se dê mal na vida, ou se dê ‘bem’ sem dignidade. Afora exceções, quanto menor a adesão e consistência de tão indispensável apreço, menores as probabilidades de se dar bem na vida, nos seus mais variados aspectos.

Acontece de alguém outrora medíocre encontrar este apreço e adesão nos recursos virtuais, o que é maravilhoso e tende a acontecer com mais pessoas – a realidade observada no mundo virtual mostra que é preciso muito mais… As multidões que não tinham e não têm este apreço e adesão por intermédio dos impressos, em geral continuam não tendo por intermédio dos recursos virtuais. Analfabetos funcionais, desprovidos ou indigentes de resiliência, de empatia, de cultura, de informações e conclusões corretas e razoáveis, por exemplo, não deixam de sê-lo só porque se tornaram internautas e estão em dúzias de grupos de zap zap, têm milhares de ‘amigos’ no Face e fazem lives que a galera curte, e têm um canal no Youtube com centenas de visualizações: apenas, alcançam e são alcançados por muito mais pessoas, e, muitos, se revelam como realmente são, mesmo quando se escondem em perfis falsos e pseudônimos. Deixar de ser só mais um na multidão que fala muito e sabe pouco daquilo que fala exige mais que apenas abolir ou aderir ao impresso e ao virtual; e de como é exercida esta adesão. Não é por acaso que a mentira, a superstição e toda sorte de equívocos tão comuns no cotidiano real encontraram seu oásis no cotidiano virtual…

Mais difícil que imprimir livros no Brasil é fazer com que sejam lidos, na verdadeira e plena acepção do termo. O argumento de que são caros é geralmente uma desculpa patética: tanto, que estão aos milhares nos meios virtuais, a maioria dos brasileiros são internautas, e pouca coisa mudou. O conteúdo do Informativo São José tem estado no Facebook e no Site paroquial, junto de mais conteúdos, e a situação é semelhante: leitores da edição impressa, quando são internautas, valorizam o seu conteúdo nos meios virtuais; e dentre os que não apreciam a edição impressa muitos também não apreciam seu conteúdo inserido no virtual.

Neste contexto, perseveramos em produzir e oferecer uma edição do Informativo São José a cada mês; e fazemos isto há exatos cento e oitenta meses seguidos e ininterruptos, além de algumas edições extras, tais como a da imagem que ilustra este texto. O Informativo São José tem seus leitores nesta e em outras paróquias, na vizinhança, entre católicos, outros cristãos, não cristãos e não crentes; na edição impressa e nos meios virtuais.

Têm nosso apreço os que fazem adesão como leitores, os que o distribuem e os anunciantes. E os demais têm nosso convite: que tal experimentar?

Iniciemos o ano 15!

José Carlos de Oliveira – editor  do ISJ – fb.com/oliveirajosecarlos

Apreço e adesão – 15 anos do Informativo São José

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>